Rui

Desparazitacão Externa do seu Animal de Estimação

Os ectoparasitas, ou parasitas externos

Os ectoparasitas, ou parasitas externos, são seres vivos que vivem ou invadem a pele ou o pêlo do seu cão ou gato, sendo os mais comuns as pulgas, as carraças, mosquitos, ácaros e piolhos. Estes não só podem causar irritação através da picada, mas também algumas doenças, que poderão tornar-se cronicas.

Assim, a desparasitação externa do seu animal de estimação é uma medida de extrema importância, consistindo na aplicação de um fármaco, de forma a eliminar, e prevenir o aparecimento de novos parasitas externos.

Esta é uma medida importante, não só para proteger a saúde do seu animal de estimação, mas também a sua, uma vez que alguns parasitas podem ser transmitidos ao Homem, causando doenças, as chamadas zoonoses.

Atualmente, existe uma grande variedade de apresentações farmaceuticas, no que se refere a desparazitante externo, podendo ser encontrado na forma de pipeta,  comprimido, champo, spray ou coleira. A escolha do desparazitante mais adequado dependerá do estilo de vida do seu animal, assim como o peso.

A primeira desparasitação deve ser feita no primeiro mês de vida, sendo que a repetição depende do produto utilizado uma vez, que dependendo do produto, o esquema de tratamento poderá ser de 3 em 3 meses, 6 em 6, ou ainda anual, quando nos referimos a algumas coleiras. É importante seguir o esquema terapêutico, uma vez que os parasitas existem ao longo todo o ano, pelo que a prevenção é a melhor forma de ter o seu companheiro sempre protegido.

Se tiver vários animais em casa é fundamental que desparasite todos em simultâneo.

Uma questão pertinente será a dos banhos . No que se refere a e este tema,  deve assegurar-se que o desparazitante usado mantém a sua eficácia com a exposição a água, porém não é aconselhada a exposição prolongada. Caso aconteça, o tratamento poderá ter de ser repetido. Quando é utilizado champô, só deve desparazitar o seu animal passadas 48 a 72h. Ou então, o banho só deve ocorrer 2 semanas após a aplicação do desparazitante externo.

Caso o seu gato ou cão viva no interior da casa, sem acesso ao exterior, o risco de exposição a parasitas é inferior, porém não inexistente, uma vez que o dono poderá levar parasitas para casa, através do calçado, por exemplo. Assim, é também importante a desparazitacão dos animais que vivem no interior das habitações.

Na farmácia tem à disposição diversos produtos para proceder a desparazitacão do seu animal de estimação, assim como profissionais de saúde, que o poderão auxiliar na escolha do desparazitante mais adequado, e ensinar a manusear corretamente o mesmo, de forma a garantir o sucesso do tratamento.

Ler mais....
Rui

O poder dos Antioxidantes

d

O organismo humano utiliza os antioxidantes para de se defender dos radicais livres, sendo a Vitamina C uma vitamina antioxidante que  previne a imunossupressão provocada pelos raios ultravioleta, favorece a fotoproteção ultravioleta e potencia a produção de colagénio.

Os radicais livres na pele surgem das agressões ambientais, tais como: raios UV, poluição, álcool e fumo do tabaco, resultando em danos e sinais prematuros de envelhecimento.

Desta forma, os séruns tópicos antioxidantes com vitamina C lutam contra o ataque dos radicais livres e ajudam a prevenir os sinais prematuros do envelhecimento.

Estes séruns de Vitamina C não são fotossensibilizantes. Devem ser combinados com um protetor solar com fator de proteção de largo espetro (UVA/UVB).

 

Os séruns tópicos antioxidantes com vitamina C devem ser aplicados uma vez por dia, de manhã imediatamente após a limpeza.

Conheça os séruns antioxidantes com Vitamina C da Skinceuticals, os melhores do mercado cosmético.

Ler mais....